30/03/2020 às 13h19min - Atualizada em 30/03/2020 às 16h07min

Postos de combustíveis recebem apoio durante a pandemia de Covid-19

Distribuidora criou pacote de medidas para auxiliar clientes a superar a crise

DINO
http://www.ale.com.br


A distribuidora de combustíveis ALE, quarta maior do país, criou um pacote de medidas para apoiar os revendedores da Rede e os grandes consumidores durante a pandemia de Covid-19. As iniciativas têm como objetivo possibilitar maior prazo de pagamento em contratos e serviços, além de flexibilizá-los. A companhia também passará a oferecer todos os cursos EAD (educação a distância) da Academia Corporativa —plataforma de capacitação da ALE— gratuitamente, nos meses de abril e maio, para os empresários e equipes dos postos de combustíveis e serviços se capacitarem ainda mais durante esse período.

A ALE sempre prezou pela flexibilidade no contrato de fornecimento de produtos. Por isso, nos próximos três meses (abril, maio e junho), a companhia vai considerar que a defasagem na quantidade mensal de litros de combustíveis, estipulada em contrato, reflete a crise em função da pandemia. Sendo assim, ela será postergada no adicional de prazo de contrato, sem necessidade de penalidade ou de notificação.

As parcelas de contratos financeiros também serão mais flexíveis. A companhia vai refinanciar 50% das parcelas vencidas em abril, maio e junho por seis meses subsequentes. Para os postos que possuem contrato de locação ou sublocação, 50% das parcelas de abril e maio serão postergadas e repactuadas em seis meses.

Em relação às lojas de conveniência Entreposto, unidades de serviços automotivos ALE Express e Trocas Inteligentes exclusivas da marca, a ALE não cobra royalties variáveis. No caso da Entreposto, há uma mensalidade fixa para manutenção do programa, assessoria e acesso a parcerias. Nesse caso, as parcelas dos próximos três meses (abril, maio e junho) serão postergadas e posteriormente cobradas em seis vezes sem juros a partir de julho. Para as ALE Express e Trocas Inteligentes, não há cobrança de mensalidade.

Outra iniciativa se refere ao programa de incentivo e gestão dos negócios da companhia, o Clube ALE, direcionado aos revendedores. A companhia elege, entre os 1,5 mil postos em todo o país, o destaque do mês a partir da avaliação de vários indicadores, que vão desde a compra de produtos ALE até a qualidade do atendimento na pista. Em abril e maio, a escolha do "Melhor Posto do Mês" estará suspensa e todos os postos "Classe A", que representam os mais bem colocados no programa, receberão a mesma premiação em REALES —moeda exclusiva de troca do programa—, sendo 50 mil REALES para o posto e 50 mil REALES, que serão divididos para a equipe cadastrada. O valor pode ser utilizado para resgatar uma série de itens disponíveis no catálogo do Clube ALE, entre eles materiais para uso coletivo no posto, pagamento de contas, recarga de celular e voucher de supermercado.

Além das mudanças no Clube ALE, todo o investimento em marketing, que é custeado pela companhia —ou seja, sem a cobrança de plano de marketing para a revenda—, será mantido. "Com isso, os patrocínios, divulgações nas plataformas digitais e ações promocionais serão retomados assim que houver o retorno nas atividades da temporada de 2020", afirma o diretor de Marketing e Varejo da ALE, Diego Pires.

Segundo o presidente da ALE, Fulvius Tomelin, as medidas reforçam um dos principais diferenciais da companhia no mercado: a proximidade. "Para nós, ser próximo é construir uma relação que, dia a dia, ganha força pela confiança, colaboração e transparência não só nos momentos de crise. É com esse propósito que trabalhamos para oferecer uma proposta de valor para o nosso cliente, que melhor se adapte à realidade de cada negócio e de cada região. Em um cenário desafiador, como a pandemia de Covid-19, não poderia ser diferente. Entendemos que, juntos, precisamos estar cada vez mais próximos para conseguirmos superar este momento", declara.

A ALE conta com uma rede de cerca de 1,5 mil postos e 5 mil clientes ativos em 21 Estados e no Distrito Federal. A companhia gera cerca de 12 mil empregos diretos e indiretos.



Website: http://www.ale.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »