25/03/2020 às 10h50min - Atualizada em 25/03/2020 às 11h12min

Rede de hotéis coloca quartos à disposição do sistema de saúde para ajudar no combate ao Coronavírus

Diante da pandemia de coronavírus, rede B&B Hotels oferece espaço, como uma medida auxiliar de apoio ao sistema de saúde.

DINO
https://www.hotelbb.com.br/
Entrada do B&B Hotels São Paulo - Luz

Na cidade do Porto, em Portugal, vários hotéis e alojamentos foram disponibilizados para abrigar os profissionais de saúde e garantir que as deslocações sejam encurtadas e assim haja uma redução nos riscos de contágio do novo coronavírus. Segundo comunicado emitido pela Câmara do Porto, que coordena a ação junto às diferentes administrações hospitalares interessadas, já são mais de 180 quartos oferecidos para médicos, enfermeiros e outros funcionários em centros de saúde ou hospitais.

A cidade de Nova York vive um momento alarmante, a metrópole já concentra 5% do número de casos do novo coronavírus em todo o mundo, tendo a metade dos diagnósticos reportados em todo os Estados Unidos. No último domingo (22), o governador do estado, Andrew Cuomo, disse que pretende expandir em 100% a capacidade de leitos dos hospitais da cidade, e para isso uma das medidas adotadas será criar mais leitos também em hotéis e em asilos. Em Chicago a prefeita Lori Lightfoot disse que a cidade fará parceria com cinco hotéis para abrigar quarentena e indivíduos isolados com diagnóstico de COVID-19.

Em Londres, no Reino Unido, cerca de 300 quartos foram disponibilizados para pessoas em situação de ruas como forma de protegê-las contra o COVID-19. A ação foi parte de um teste inicial e acolheu pessoas que já estavam cadastradas por instituições de caridade.

Outro exemplo da participação do setor hoteleiro frente ao avanço do coronavírus é a B&B Hotels Espanha e B&B Hotels Portugal. A rede disponibilizou dois hotéis, com 284 quartos, para a equipe de saúde de Madrid, na Espanha. Os quartos foram oferecidos para os profissionais que enfrentam a situação de crise causada pelo COVID-19, como agentes que residem com pessoas que estão no grupo de alto risco, trabalhadores deslocados de outras comunidades, aqueles que, devido às características dos turnos de trabalho, exigem proximidade com os hospitais e, ainda, aqueles cujo domicílio está distante do centro hospitalar e prolonga a jornada do local de trabalho para casa.

Já no Brasil o prefeito da cidade do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, afirmou que pretende levar idosos que moram em favelas, em residências precárias, para hotéis da cidade. Crivella afirma que "a ideia é oferecer a oportunidade de fazer isolamento social para quem não tem como fazer isso em sua casa". No Paraná, hotéis em diferentes cidades serão transformados em alojamentos para profissionais da saúde de maneira voluntária.

A B&B Hotels Brasil também abraçou a iniciativa e colocou as suas unidades em São Paulo, São José dos Campos, Uberlândia e Rio de Janeiro à disposição para diálogo com os órgãos de saúde sobre o uso de suas estruturas como apoio ao sistema de saúde.

“Este é um momento de solidariedade e, alinhados com a rede B&B no mundo, estamos buscando a melhor forma de servir a sociedade e os órgãos de saúde, com a mesma dedicação que servimos nossos hóspedes. Sabemos que nossas vidas e as de todos os nossos entes queridos dependem mais do que nunca dos órgãos de saúde, por isso, esperamos que nossos hotéis ajudem estas pessoas a recuperar forças para combater e superar essa pandemia”, conclui Michael Schnürle, diretor da B&B Hotels Brasil.



Website: https://www.hotelbb.com.br/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp