23/03/2020 às 15h11min - Atualizada em 23/03/2020 às 15h17min

Parceiro (a)X Demissão: como lidar com esta questão e promover uma mudança rápida?

Como lidar emocionalmente com o desemprego de um parceiro(a)? Para falar sobre este assunto, Neiva Gonçalves, Diretora Executiva de Carreira da Success People – empresa de desenvolvimento pessoal e gestão de pessoas, situada em São Paulo – analisa os principais pontos decisivos para transformar este panorama.

DINO
http://www.successpeople.com.br

Uma demissão pode ser psicologicamente devastadora. De acordo com um estudo publicado pelo National Institutes of Health, USA 2019, sintomas de somatização, depressão e ansiedade, foram significativamente maiores nos desempregados do que nos empregados. A pesquisa contribui para confirmar que a maneira como uma pessoa lida com o desemprego, é altamente variável e que suas ações e atitudes finalmente predizem como a situação afeta a sua vida profissional e pessoal.

Então, como lidar emocionalmente com o desemprego de um parceiro(a)? Para falar sobre este assunto, Neiva Gonçalves, Diretora Executiva de Carreira da Success People – empresa de desenvolvimento pessoal e gestão de pessoas, situada em São Paulo e que atende em todo território nacional – analisa os principais pontos decisivos para transformar este panorama. Neiva é psicóloga e atua há mais de 18 anos com recolocação de executivos de diferentes áreas. Manter a calma, estruturar um planejamento financeiro e ser sincero com a família, podem ser atitudes essenciais neste momento de dificuldade.

1 - FALAR SOBRE O ASSUNTO

A maioria das pessoas após serem demitidas, se sentem culpadas e envergonhadas da atual situação. Eles podem acreditar que outros os desprezam ou os consideram um fardo. Abrir suavemente uma conversa pode ajudar. “É importante entender que os primeiros dias após ser demitido, geralmente são os mais emocionalmente complicados. Deixe a conversa aberta sem pressionar o parceiro, cuidado com as palavras, dizer algo simples como (sei que é um momento difícil, pode ser muito importante neste momento”.

2-NÃO HÁ RAZÃO PARA PIEDADE

Sentir dor pela situação do parceiro(a) é normal, porém, há uma profunda diferença entre compaixão e expressão de tristeza ou pena. “Estar presente quando houver necessidade de conversa, um ombro para chorar, é essencial. Porém, jamais expressar pena. O melhor é tentar expressar força”.

3-DIPLOMACIA

Períodos de desemprego podem criar ressentimentos entre os casais: “Trabalho é igual a salário e salário é o sustento de uma família. Se um sentimento de ressentimento estiver aumentando, expressar as preocupações com cautela, inteligência, manter a calma e ser sincero com a família pode ser fundamental”.

4–ESTRUTURAR UM PLANEJAMENTO FINANCEIRO

“Se há algo mais profundo entre os parceiros, o casal pode conseguir passar por essa fase, sem muitas dificuldades. Mas, se o casamento está estruturado no status social e no dinheiro, então, uma vez retirado, não há nada lá”. Ressalta Neiva Gonçalves. “Reavaliar as riquezas, pode ser uma ação fundamental, as pessoas têm muitas coisas de que não precisam. Reavaliar o que possuem, vender algumas coisas e livrar-se de tudo que não tenha valor forte para a família e para o casal, fortalece o compromisso. Lembre-se que isso é uma fase. Passar um tempo juntos em casa e incluir amigos pode ajudar bastante. Para quem tem filhos, é bom que as crianças saibam que, por um tempo, a família não gastará tanto dinheiro”. 

5-FAÇA UMA AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DOS ÚLTIMOS MESES NO AMBIENTE DE TRABALHO

“Reavalie o desempenho e se necessário, redesenhe a carreira. Identifique os pontos a desenvolver levando em consideração a empresa e todos os pontos que poderiam ter levado a demissão. Elabore um currículo moderno que dialogue com a realidade do mercado e principalmente foque no seu novo projeto: A recolocação”.

6-ENTENDA O IMPACTO DO ESTRESSE E ADOTE UMA POSTURA POSITIVA

 “Talvez, a família não possa manter a academia, no entanto, pode realizar uma caminhada ou fazer um exercício em casa. Expresse afeto físico como fonte de conforto. A respiração profunda é uma das maneiras mais poderosas de restaurar sua saúde. Concentre-se no que possui e não no que perdeu, adote uma postura de gratidão e viva o momento presente. Estar bem consigo, nos permite enxergar novas possibilidades. Acredite”.

Para Neiva, manter o networking, a rede de amigos e profissional, é essencial para encontrar um novo emprego. “Mesmo que seja apenas para tomar um café, mantenha-se conectado, a interação social é importante para a saúde do corpo e da mente. Dedicar o tempo juntos, para conseguirem o novo objetivo, pode fazer toda a diferença. Aproveite a oportunidade para promover boas mudanças.

Para conhecer os projetos focados em recolocação da Success People acesse: www.successpeople.com.br



Website: http://www.successpeople.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp