04/11/2018 às 19h55min - Atualizada em 04/11/2018 às 19h55min

'Não há nenhuma falha', diz Temer sobre realização do Enem

Presidente afirma que tema da redação é 'atual e relevante'

O Globo Bruno Góes
Temer conversa com o ministro da Educação, Rossieli Soares, e com a presidente do Inep, Maria Inês Fini Foto: Divulgação/Alan Santos
BRASÍLIA — Após reunião de monitoramento da realização das provas do Enem, o presidente da República, Michel Temer, disse neste domingo que o exame ocorre sem "nenhuma falha". Ele esteve na sede do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), em Brasília, onde conversou com os ministros Rossieli Soares (Educação) e Raul Jungmann (Segurança Pública), além da presidente do Inep, Maria Inês Fini.
— Tive o prazer de acompanhar o início dos trabalhos desta grande prova nacional que é o Enem. E ao lado dos ministros Rossieli, Jungmann e a professora  Maria Inês, nós pudemos verificar a harmonização absoluta de todos os setores do governo que trabalharam nesta matéria. Uma mobilização extraordinária: são 5,5 milhões de estudantes que vão prestar o Enem no país inteiro. Isso exige uma logística extraordinária. Mas, até o momento em que se deu o início dos trabalho, nenhuma falha, apenas eventos sem maior relevância — disse Temer.

O presidente também elogiou o tema da redação deste ano:

— Cumprimentei os organizadores pela oportunidade do título da prova, que trata das notícias falsas, que trata da utilização pelos usuários da internet dessas notícias. Um tema, portanto, atualíssimo.

Já o ministro Raul Jungmann leu um balanço com informações obtidas pelo centro de operação mobilizado para a realização da prova.

— Todos os malotes foram entregues; 1.725 municípios realizaram a prova com regularidade; 10.718 locais de aplicação de prova também sem nenhum tipo de ocorrência grave; 30 mil homens e mulheres fizeram a segurança das provas; 2.189 escoltas de segurança pública, com Correios, Polícia Rodoviária Federal, polícias e secretarias de segurança participando; alguns locais com falta de energia decorrente de chuva. Apenas um roubo no caixa eletrônico próximo (de um local de prova) que não teve impacto na realização de todo o Enem. Em todo o país, o Enem transcorre na mais absoluta tranquilidade — disse o ministro

Sobre a possibilidade de disseminação de notícias falsas que tratavam sobre o cancelamento do Enem, Jungmann disse que os que se sentirem prejudicados devem relatar o ocorrido.

— Aqueles que se sentirem prejudicados devem procurar a polícia e a Justiça. Caso isso aconteça, se houver reclamação, a Polícia Federal vai poder investigar.

Já o ministro da Educação falou sobre a importância do tema da redação e ressaltou que a prova ocorre sem incidentes.

— É um tema muito atual. Não foi uma escolha de agora. Foi uma escolha feita em junho, julho, pelos técnicos do Inep. Temos cerca de três textos pequenos de apoio para a redação. Mas o tema é extremamente atual e revelante. Para os estudantes que estão informados sobre a discussão de fake news. De discussão do papel da internet na informação. 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »