07/06/2024 às 15h50min - Atualizada em 10/06/2024 às 15h08min

Fundo de Reserva em Condomínios: Um Mecanismo Essencial para a Manutenção e Valorização Imobiliária

Fundo de Reserva em Condomínios: Evitando Crises com Gestão Eficaz

Agência Web Marketing
admdecondominios.com.br
canva

O fundo de reserva constitui uma parte integral da gestão financeira de um condomínio, atuando como uma salvaguarda para cobrir despesas imprevistas ou manutenções necessárias que não estão na previsão orçamentária regular. Este fundo é, por lei, uma exigência que todos os condomínios devem cumprir para garantir a conservação e a valorização do patrimônio dos condôminos.

A criação de um fundo de reserva em condomínio é obrigatória e deve ser estipulada pela convenção do condomínio, comumente variando entre 5% a 10% da taxa condominial. A falta de um fundo de reserva pode levar a problemas significativos, como a degradação do edifício e a insatisfação dos moradores, devido à incapacidade de realizar reparos necessários.

A administração correta do fundo de reserva é crucial. Esse fundo deve ser usado exclusivamente para despesas não previstas e emergenciais, como reparos urgentes em infraestruturas críticas do edifício (por exemplo, elevadores ou sistemas elétricos). É essencial que qualquer utilização do fundo seja aprovada na assembleia do condomínio e devidamente documentada para garantir transparência e evitar conflitos entre os condôminos​​.

Gustavo Ferreira, CEO da administradora de condomínios em São Paulo Fesan, enfatiza a importância de uma gestão prudente do fundo de reserva. "O planejamento financeiro e a previsão adequada para o fundo de reserva são essenciais para evitar a necessidade de rateios extras, que podem sobrecarregar os condôminos e levar a altos índices de inadimplência no condomínio”, explica Ferreira. Ele recomenda que as decisões sobre o uso do fundo sejam sempre acompanhadas de rigorosa análise e aprovação em assembléia do condomínio, visando a manutenção sustentável do condomínio.

Um dos maiores desafios na gestão do fundo de reserva é a sua adequação frente às necessidades reais do condomínio. É aconselhável que a administração do condomínio faça revisões periódicas das necessidades de manutenção e ajuste os valores do fundo de acordo com essas necessidades. A transparência na gestão desses recursos é fundamental para manter a confiança entre os condôminos e garantir uma administração eficaz​​.

O fundo de reserva do condomínio é um componente crítico para a saúde financeira. Uma gestão eficiente e transparente desse fundo não apenas assegura a conservação do patrimônio como também contribui para a harmonia entre os condôminos, evitando surpresas financeiras desagradáveis e mantendo a qualidade de vida no condomínio.


Notícia distribuída pela saladanoticia.com.br. A Plataforma e Veículo não são responsáveis pelo conteúdo publicado, estes são assumidos pelo Autor(a):
MARCOS MOREIRA CANGUSSU
[email protected]


Link
Notícias Relacionadas »
Mande sua denuncia, vídeo, foto
Atendimento
Mande sua denuncia, vídeo, foto, pra registrar sua denuncia