30/01/2020 às 10h14min - Atualizada em 30/01/2020 às 10h33min

Cirurgia Plástica: mamoplastia com ou sem prótese de silicone?

Dúvida frequente em consultórios de cirurgia plástica, a situação costuma deixar as mulheres indecisas.

DINO
http://www.plasticakatalinic.com.br
Cirurugia plastica, silicone, mamoplastia


Com frequência indagam se a cirurgia da mama ou mamoplastia ou mastopexia deveria ser com a inclusão do implante mamário ou sem o implante mamário (prótese). Como são os resultados com ou sem a prótese? Qual fica melhor?

Bem, as respostas passam por várias considerações e algumas importantes, ensina o Prof. Doutor Alexandre Katalinic, renomado cirurgião plástico em São Paulo: "A mamoplastia com prótese de silicone tem uma tendência de resultado mais estruturado, com as mamas mais firmes, o colo mais definido, uma palpação mais consistente e a mobilidade menor com as mamas mais armadas. O tamanho ou relação entre o volume da mama e o volume da prótese concorre para o resultado final. Próteses maiores reforçam estas características citadas e próteses menores são menos percebidas e os resultados se aproximam mais das mamas sem próteses. Além disso, o mercado tem muitas alternativas de próteses e os resultados também podem variar de acordo com o modelo escolhido. Próteses mais altas ou cônicas geralmente são mais salientes e igualmente reforçam as características que citei. O biotipo de cada um é outro fator, um tórax estreito e mais magro torna as próteses mais evidentes e resultados mais artificiais, ou seja, de mamas mais firmes e menos naturais na medida em que se aumenta o volume das próteses. Ainda, cada um tem uma acomodação dos tecidos em torno das próteses, algum grau de reação em torno das próteses, que também irá determinar um certo grau de firmeza da mama."

A cirurgia da mama sem prótese, ao contrário do que foi apresentado acima, "apresenta um resultado mais macio, natural, móvel, ou de aparência menos marcante ou artificial. Importa muito se a sobra de pele é muito intensa ou não, e o volume de tecido mamário que cada paciente tem. Neste caso é apenas o próprio tecido mamário da paciente que será usado para conferir o resultado da mama mais erguida ou mais armada. O colo mamário em geral é mais suave, e as mamas se deslocam mais com a movimentação." Como apenas os tecidos próprios da mama são usados não ocorrem reações que seriam aquelas determinadas pelas próteses, e pacientes com maiores riscos de problemas reacionais, ou com doenças imunes teriam nesta alternativa de cirurgia sem próteses mais segurança em relação a reações inespecíficas intensas, dor, inchaços prolongados e até feridas e problemas na cicatrização que poderiam estar relacionados às próteses. Além disso, essa alternativa não traz a preocupação quanto à troca da prótese ou outras para os exames de rotina.

A decisão final, com ou sem prótese, depende da sua opinião de beleza ou do que se pretende como resultado. A experiência do cirurgião plástico também é muito importante já que existem situações favoráveis para ambas as situações e em há casos que envolvem a quantidade e qualidade dos tecidos, os resultados podem ser muito desfavoráveis sem próteses. De outra forma, resultados também muito desfavoráveis para certos tipos de mama com próteses. Finalmente, os resultados podem permanecer bons por muito tempo tanto com prótese, como sem prótese. Aqui também outros fatores são importantes tais como: variação do peso ao longo da vida da paciente, variações hormonais, gravidezes, exercícios físicos, tipo de pele mais fina ou firme de acordo com o biotipo, e os cuidados do pós-operatório. Um bom papo com seu médico deixará a mulher confiante para a decisão.



Website: http://www.plasticakatalinic.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »