29/01/2020 às 16h15min - Atualizada em 30/01/2020 às 01h33min

Gestão de crise: treinamento preventivo ajuda a lidar com a morte nas empresas

Política de boas práticas deve incluir medidas para amenizar os impactos do óbito no ambiente de trabalho; consultoria oferece soluções sob medida

DINO
https://www.besthomenagens.com.br/gestao-de-crises/


O conceito de gestão de crise parte de uma máxima que se aplica a muitos aspectos da vida, do planejamento de um filho aos planos para a aposentadoria: quanto mais preparada uma empresa está para lidar com o imprevisível, maiores são as chances de recuperar sua rotina rapidamente. Isso também se aplica à morte no ambiente das corporações, quaisquer que tenham sido as circunstâncias do óbito, se dentro ou fora das dependências da empresa, durante o horário de trabalho ou não.

A maneira como as companhias têm lidado com o assunto evoluiu bastante nas últimas décadas, mas grande parte delas cumpre apenas o mínimo exigido pelas obrigações trabalhistas, o que é pouco. “É preciso dar a melhor assistência possível aos familiares do funcionário, além de cuidar da imagem da empresa – sobretudo em tempos de redes sociais, quando a publicação de qualquer pessoa, sendo verídica ou não, pode viralizar rapidamente”, afirma o empresário Leonardo Lopes, diretor executivo da Best Homenagens, que há cerca de dez anos atua com as diferentes situações relacionadas ao tema.

Esse cuidado se aplica a diversos tipos de incidentes: do colaborador que sofreu um infarto ou um acidente de trabalho nas mediações da empresa, passando por episódios de viagens a trabalho, até eventos de grandes proporções, como acidentes aéreos, incêndios em prédios comerciais e desastres como os de Mariana e Brumadinho, ambos em Minas Gerais.

Como atuar para reduzir os danos

A melhor forma de lidar com a morte de um funcionário, dando apoio à família, aos colegas de empresa e à própria operação, para que os impactos no negócio sejam os menores possíveis, é a prevenção.

O primeiro passo para a construção de um bom plano de contingência é a aceitação de que toda empresa está sujeita a fatalidades, mesmo que nunca tenha passado por uma. O segundo envolve a maneira como a morte deve ser vista – não como um tabu, sim como parte natural da existência humana.

Especializada no assunto, a Best Homenagens oferece consultoria para as companhias que buscam preparo diante desse tipo de adversidade, com dois modelos de solução: Preventivo, com suporte para a criação de um protocolo a ser colocado em prática para lidar com crises geradas por motivo de morte; Emergencial, para as empresas que foram pegas de surpresa e ainda não possuem um protocolo específico, sempre tendo em vista o cuidado com o capital humano e a manutenção da boa reputação no mercado.

Ambos os serviços são ministrados por profissionais especializados, com grande experiência na área de Recursos Humanos e Psicologia, entre outras.

A consultoria para gestão de crise é parte do Projeto Humanize, uma iniciativa da Best Homenagens para a construção de ambientes corporativos mais humanos, que colaboram para o desenvolvimento de empresas onde os colaboradores têm prazer de estar.

----------

Fonte:
Leonardo Lopes, diretor executivo da Best Homenagens



Website: https://www.besthomenagens.com.br/gestao-de-crises/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »