23/01/2020 às 10h23min - Atualizada em 23/01/2020 às 20h16min

Juros baixos mudam a maneira que o brasileiro faz o dinheiro render

Para quem pensa em fazer o dinheiro render, em 2020 as expectativas para a taxa básica anual de juros e da inflação são de 4,5% e 3,6% respectivamente. Será um ano desafiador. A chave do sucesso será a maneira investir e não no que investir.

DINO
http://www.bradvisors.com.br
Gráfico de ações


Ano passado muito se falou sobre as mínimas históricas da taxa de juros no Brasil. Em 2020 deverá permanecer nestes patamares.

Este ano o brasileiro terá que trabalhar para o dinheiro. Como isso funciona.

Em 2020 as expectativas para a taxa básica anual de juros e da inflação são de 4,5%* e 3,6%* (fonte: Focus) respectivamente. Será um ano desafiador para fazer o dinheiro render.

"Aplicar não necessariamente significa investir. Poucos anos atrás podíamos nos dar ao luxo de entrar numa agência bancária e aplicar em um produto ineficiente. As taxas de juros eram altas suficiente para nos acomodarmos com aquela realidade. Hoje em dia isso não funciona. Seu dinheiro não investido decentemente não te dá retorno. Parado no banco só te trará prejuízos". - Illan Besen, sócio e cofundador da BR Advisors. (www.bradvisors.com.br)

Este cenário já foi percebido por muitos brasileiros em 2019. Houve uma grande migração de investidores acostumados com produtos mais rotineiros como poupança para outras categorias de investimentos não tão conservadoras. Como o caso de dívidas corporativas, fundos de investimentos mais agressivos (multimercados e ações), ativos listados em bolsa entre outros.

Em 2019, a B3, bolsa oficial do Brasil alcançou a marca de um milhão de investidores individuais.

Mas é importante atentar a algumas armadilhas.

"Hoje em dia, com a constante prática da corretagem zero, muita gente acha que o ideal é você comprar e vender muito, ganhando pouco em cada operação. Isso é muito arriscado,  pois para aumentar as chances de lucro muitos investidores recorrem à alavancagem, que é uma espécie de cheque especial da bolsa. Você precisa ter muito cuidado com isso." - Victor Benndorf, sócio e estrategista chefe da Benndorf Equity Research. (www.benndorf.com.br)

Victor Benndorf foi o responsável pela carteira mais rentável em 2019. Foram mais de 79% contra os 31% do índice Bovespa.

Os anúncios de corretagem zero fizeram milhares de investidores começarem a operar day trade. As buscas pelo termo “day trade” no Google, por exemplo, quadruplicaram nos últimos 5 anos.

Day trade é quando o investidor abre uma posição e fecha esta mesma posição no mesmo dia.

Os dados são do estudo de Fernando Chague e Bruno Giovannetti (Eesp-FGV) que traz um retrato do perfil do investidor que começou a operar mini-índice e mini-dólar nos últimos anos.

"Abrir a plataforma de trade, analisar dezenas de papéis, buscar informações em centenas de sites, blogs e relatórios, comprar uma ação e vender com lucro. É ilusão achar que um trader consegue fazer isso sozinho. Quanto maior a perda, mais você precisa ganhar para recuperar o prejuízo. Então a chave está em reduzir os riscos e se dedicar ao que realmente importa". - Daniel Braga - cofundador e Chefe de Operações em Bolsa da BR Advisors. (www.bradvisors.com.br)

A chave do sucesso não está no o que investir e sim em como investir.

Um estudo realizado por Peter Lynch, que foi gestor do Fidelity Magellan Fund, o maior fundo de ações do mundo, mostrou justamente que a maneira de investir impacta mais nos resultados do que em quais ativos se investe.

Peter mostrou que, apesar de seu fundo entre 1977 e 1990 ter dado retorno de 29% ao ano, o retorno médio anual dos investidores individuais, no mesmo período foi negativo. Isto por terem calculado erroneamente momentos de entrada e saída do fundo.

Hoje em dia é fácil achar conteúdo sobre qualquer assunto na internet. O mercado de produtores de conteúdo para o mercado financeiro cresce de forma exponencial.

Porém, este crescimento traz o risco de não saber em quem confiar para se especializar. Isso faz com que a assessoria financeira tenha papel fundamental nesta jornada.

O papel de uma corretora de ações

Apesar de muitos investidores preferirem atuar por conta própria, as assessorias financeiras têm papel fundamental na transformação da maneira do brasileiro  investir.

Isto se deve ao fato da complexidade de se operar por conta própria. Mesmo que as plataformas atuais tentem tornar a tarefa mais intuitiva, a falta de conhecimento e estudo são os principais influenciadores nos ganhos dos investidores.

Neste cenário, algumas assessorias largaram na frente e estão presente na vida dos clientes em todos os momentos. Criaram estratégias de investimento envolvendo centenas de produtos, tarefa impossível de se fazer por conta própria.

"Temos uma área focada no money saver que é uma das maiores alocadoras em renda fixa e fundos, além de especialistas em seguros e previdência. Já para os money makers, que é como chamamos nossa área de bolsa, somos a maior mesa de operações do Brasil. O que diferencia nossa operação é termos um dos mais completos braços educacionais e de suporte do mercado. Nossos clientes economizam mais de R$ 4 mil todos os meses somente em plataformas, relatórios e análises de parceiros, uma vez que entregamos tudo de forma gratuita". - Felipe Coelho, cofundador da BR Advisors (www.bradvisors.com.br)

Este posicionamento tem mostrado fazer a diferença, recentemente a BR Advisors foi eleita a melhor assessoria ao trader online do Brasil. Prêmio entregue pela própria XP Investimentos.

Registrada na CVM desde 2009, atualmente a BR Advisors possui escritórios no Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte. São mais de 10 mil clientes ativos, a maior operação de renda variával da XP e R$ 2.5 bilhões em custódia.

O suporte no dia a dia e a constante geração de conteúdo é o que irá fazer com que o brasileiro consiga, em 2020, rentabilizar o dinheiro em um cenário completamente novo para o investidor.



Website: http://www.bradvisors.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »