05/02/2024 às 13h10min - Atualizada em 07/02/2024 às 00h12min

Imóvel na Planta - o gatilho que organiza e acelera o desenvolvimento das cidades

Por Bruno Fabbriani – CEO e fundador da B|Fabbriani

ASSESSORIA DE IMPRENSA
Divulgação
Essa linha do tempo mostra a evolução da legislação que orientou o desenvolvimento do mercado imobiliário desde o início dos tempos no Brasil. Por meio de eventos disruptivos, todos, sem qualquer exceção, conferiram mais segurança aos negócios imobiliários.

A maior invenção dos humanos, em minha opinião, foram os mercados, qualquer mercado e, no Brasil, desde 1864, isso vem sendo aperfeiçoado. Em relação ao imóvel na planta, relacionado ao risco do negócio de incorporação, uma das últimas atualizações da legislação - Lei 10931/2004 - criou, entre outros, direitos e obrigações de parte a parte, no entorno do Patrimônio de Afetação.

A organização das garantias, das rescisões, e das responsabilidades estabelecendo o foco principal no equilíbrio econômico-financeiro baseado no cronograma de obras dos negócios de incorporação imobiliária, em complemento a interferência, apenas subsidiária, do poder judiciário nos contratos, com o amparo cada vez maior das assinaturas digitais conferindo fé pública aos negócios, são os últimos contornos dessa história, que ainda tem muito a evoluir.

O lançamento de novos imóveis direciona a atenção dos interessados em adquirir o seu bem para mercados e momentos, muitas vezes, sob aspectos ainda não percebidos por quem procura um novo e, até mesmo, por aqueles que ainda não haviam pensado sob determinadas formas de viver o dia a dia das cidades, ainda que sob os mais diversos estágios e dores do desenvolvimento. Não pode haver dúvida de que imóvel na planta tem risco, mas tem garantia. E melhor, tem preço e condições de pagamento inigualáveis para que, com o tempo, o comprador possa construir a sua poupança inicial, e o recebendo, possa optar por um financiamento que tenha capacidade de absorver ao longo da vida.

São raras as Incorporadoras Imobiliárias no mercado brasileiro com muitos anos de existência. Por isso, é importante perceber o histórico de vida profissional dos executivos e principais responsáveis pela operação imobiliária. Quais os projetos que já entregaram, entre outros aspectos, que possam oferecer um histórico pessoal de performance dos envolvidos.

Portanto, é importante atentar para as companhias compostas por profissionais com expertise no mercado, que olham para o segmento mundial, e que apresentem um portifólio com milhões de metros quadrados desenvolvidos, verticalizados e entregues em forma de empreendimentos fantásticos que representam a força do setor imobiliário para o desenvolvimento urbano, principalmente, na atração de IDHs para áreas de expansão urbana no país.


Link
Notícias Relacionadas »
Ab Noticias  News Publicidade 1200x90
Mande sua denuncia, vídeo, foto
Atendimento
Mande sua denuncia, vídeo, foto, pra registrar sua denuncia