07/01/2020 às 13h16min - Atualizada em 07/01/2020 às 13h12min

GA-ASI conclui série bem-sucedida de demonstrações do MQ-9 na Grécia

Países europeus observam as capacidades de vigilância marítima e sistema Detectar e Evitar

DINO


A General Atomics Aeronautical Systems, Inc. (GA-ASI) concluiu uma série de voos de demonstração usando seu sistema de aeronave pilotada remotamente (Remotely Piloted Aircraft System, RPAS) MQ-9 Guardian em 19 de dezembro de 2019. As manifestações mostraram as capacidades de vigilância marítima do MQ-9 e o sistema Detectar e Evitar (Detect and Avoid, DAA) desenvolvido pela GA-ASI para resolução de conflitos no tráfego aéreo no espaço aéreo civil. Os voos foram patrocinados pela Força Aérea Helênica (Hellenic Air Force, HAF) e pela Guarda Costeira Helênica (Hellenic Coast Guard, HCG) e realizados fora da Base Aérea de Larissa, na Grécia. Os voos foram realizados para uma audiência de representantes civis e militares europeus.

Este comunicado de imprensa inclui multimédia. Veja o comunicado completo aqui: https://www.businesswire.com/news/home/20200107005754/pt/

“We were honored to have the HAF’s and the HCG’s support for these flight demonstrations with our MQ-9,” said Linden Blue, CEO, GA-ASI. (Photo: Business Wire)

“We were honored to have the HAF’s and the HCG’s support for these flight demonstrations with our MQ-9,” said Linden Blue, CEO, GA-ASI. (Photo: Business Wire)

“We were honored to have the HAF’s and the HCG’s support for these flight demonstrations with our MQ-9,” said Linden Blue, CEO, GA-ASI. (Photo: Business Wire)

“Ficamos honrados em ter o apoio do HAF e da HCG para essas demonstrações de voo com o nosso MQ-9”, disse Linden Blue, CEO da GA-ASI. “O MQ-9 RPAS já é um ativo estratégico para os países da OTAN, proporcionando persistência de missão e interoperabilidade entre aliados. Apresentamos a vigilância marítima do MQ-9 e os recursos de integração do espaço aéreo civil para nossos clientes europeus.” A configuração do MQ-9 demonstrada está operacional nos EUA.

Atualmente, os sistemas de aeronaves da GA-ASI suportam a Força Aérea Italiana, a Força Aérea Real do Reino Unido, a Força Aérea Francesa e a Força Aérea Espanhola. O Ministério da Defesa da Holanda selecionou o MQ-9 para a Força Aérea Real da Holanda, e o Governo da Bélgica aprovou a Defesa da Bélgica para negociar a aquisição do MQ-9B da GA-ASI. No início de dezembro, o governo australiano anunciou a escolha do MQ-9B para a Força de Defesa Australiana no Projeto Air 7003. O RPAS da GA-ASI é operado pela Força Aérea dos EUA, Exército dos EUA, Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA, Departamento de Segurança Interna dos EUA e pela NASA.

“Os recursos avançados dessas aeronaves são impressionantes. Nos 10 dias de demonstrações, o país da Grécia constatou o valor dos MQ-9s para patrulha marítima e monitoramento da Zona Econômica Exclusiva, vigilância de fronteiras, apoio a esforços de busca e resgate e vigilância dos esforços de resposta a incêndios florestais”, afirmou um HAF oficial.

O sistema DAA consiste em um radar ar-ar integrado ao Sistema de Alerta de Tráfego e Prevenção de Colisão (Traffic Alert and Collision Avoidance System, TCAS II) eàTransmissão Automática de Vigilância Dependente (Automatic Dependent Surveillance-Broadcast, ADS-B). O sistema DAA permite o voo seguro de um MQ-9 no espaço aéreo civil e pode até detectar tráfego aéreo que não está transmitindo ativamente sua posição.

O MQ-9 também demonstrou um radar marítimo de pesquisa de superfície multimodo e um sensor óptico e infravermelho de vídeo de alta definição/Full-motion. Esse conjunto de sensores permite a detecção e identificação em tempo real de embarcações grandes e pequenas de superfície em qualquer condição climática a longas distâncias, 360 graus ao redor da aeronave. O recurso de radar de pesquisa de superfície Raytheon SeaVue fornece rastreamento contínuo de alvos marítimos e correlação de transmissores AIS com detecções de radar. O modo Radar de abertura sintética inversa (Inverse Synthetic Aperture Radar, ISAR) facilita a classificação de embarcações que estão além do alcance do sensor óptico.

Para a demonstração, a GA-ASI também fez uma parceria com a SES, operadora líder de comunicações por satélite (SATCOM) e fornecedora de serviços gerenciados, com mais de 70 satélites em órbita geoestacionária (Geostationary Orbit, GEO) e órbita terrestre média (Medium Earth Orbit, MEO). A SES forneceu a conectividade via satélite GEO que permitiu que o MQ-9 opere com segurança com um datalink de alta capacidade, permitindo a transmissão em tempo real de dados do sensor da aeronave e estendendo seu alcance operacional efetivo muito além da “linha de visão” dos datalinks.

“Com nossa frota global de satélites, a SES tem apoiado as necessidades críticas da GA-ASI e de seus clientes do governo que operam essas aeronaves por quase duas décadas”, disse Nicole Robinson, vice-presidente sênior de governo global da SES Networks. “Foi um orgulho apoiar esse esforço de demonstração para a Força Aérea Helênica como parte de nosso relacionamento de longa data com a General Atomics.”

Imagens de alta resolução da demonstração estão disponíveis para meios de comunicação qualificados na lista de contatos de mídia da GA-ASI e HAF. Mais informações sobre o evento estão disponíveis em www.ga-asi.com/european-maritime-demo.

Sobre a GA-ASI

A General Atomics Aeronautical Systems, Inc. (GA-ASI), uma sociedade coligada da General Atomics, é um projetista e fabricante líder de sistemas confiáveis de aeronaves remotamente pilotadas (Remotely Piloted Aircraft, RPA), radares e sistemas de eletro-ótica e missões relacionadas, inclusive a série de RPA Predator® e o radar multimodo Lynx®. Com mais de seis milhões de horas de voo, a GA-ASI oferece aeronaves de longa resistência com capacidade para realização de missões com sistemas integrados de sensor e vínculo de dados necessários para oferecer um voo contínuo que permite o conhecimento circunstancial e ataques rápidos. A empresa também produz diversas estações de controle terrestre e software de controle de sensores/análise de imagens, oferece treinamento para pilotos e serviços de apoio e desenvolve antenas de metamaterial. Para obter outras informações, acesse www.ga-asi.com.

Predator e Lynx são marcas comerciais registradas da General Atomics Aeronautical Systems, Inc.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.


Contato:

Steven Henden

General Atomics Aeronautical Systems, Inc.

+1 (858) 524-8101

ASI-MediaRelations@ga-asi.com


Fonte: BUSINESS WIRE
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »