01/01/2020 às 18h42min - Atualizada em 01/01/2020 às 18h42min

UNP promoveu “Semana do Bebê” em Unidade de Bangu

Ação tem por objetivo tornar o direito à sobrevivência e ao desenvolvimento infantil uma prioridade. Saiba mais

Ab Noticia News
Folha Universal
Reprodução

Recentemente, a Universal nos Presídios (UNP) marcou presença na realização da “V Semana do Bebê”. A ação aconteceu na Unidade Materno Infantil (UMI), que fica no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu (RJ), que abriga internas mães, com seus recém-nascidos.

A Semana do Bebê é uma das principais estratégias do UNICEF para assegurar a atenção adequada a crianças de até 6 anos de idade. Tem como objetivo tornar o direito à sobrevivência e ao desenvolvimento infantil uma prioridade na agenda dos municípios brasileiros.

A cada edição, ocorrem discussões sobre temas como mortalidade infantil, aleitamento materno, gravidez na adolescência, formação de vínculo e estimulação do bebê, por meio da organização de oficinas, atividades lúdicas e culturais.

Autoestima

Diante disso, um dia inesquecível foi proporcionado pelo grupo UNP do Rio de Janeiro a 20 reclusas da UMI de Bangu. Com base na Palavra de Deus, as voluntárias ensinaram que através da prática da fé sobrenatural, o que parece impossível, pode acontecer. Que o Senhor Jesus se importa, verdadeiramente, com todos, inclusive com os pequeninos.

Na oportunidade, foi realizado o dia da beleza. Diversas atividades como pedicure, manicure , hidratação e corte  dos cabelos e design  de sobrancelhas foram oferecidas às mamães. Uma verdadeira superprodução, que serviu para levantar a autoestima e ressaltar a beleza de cada uma.

Família

Também houve um desfile com direito a passarela, homenagem e premiação. Cada uma teve direito a dois trajes e calçados diferentes acompanhados de bijuterias. Fizeram maquiagens, penteados e escovas.

Ao final, um júri composto por representantes da Secretaria de Estado de Administração Penitenciaria (SEAP), do Rio de Janeiro, escolheu as três vencedoras.  Em seguida, foi servido um delicioso coffee break a todos. Ainda, para os filhos que foram visitá-las, teve muita diversão com pula-pula e cama elástica.

“Nunca recebi tamanho cuidado e carinho. Agradeço pelo grupo UNP estar sempre conosco em todos os momentos. Nunca nos julgaram e sempre ajudaram! Posso considerar as voluntárias UNP como minha família também”, relatou uma reeducanda, que preferiu não se identificar.

Para outras ações, acesse o perfil oficial do grupo nas redes sociais. Clique aqui e saiba mais.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »