09/09/2018 às 17h00min - Atualizada em 09/09/2018 às 17h00min

Seleção: Éder Militão é mais um novo convocado para esta nova era

Sonho de criança realizado para o garoto Andréas Pereira hoje uma das opções de Tite na seleção brasileira

Tribuna da Bahia
Divulgação/Arquivo Pessoal

Já com 20 dos 23 jogadores convocados à disposição, Tite e sua comissão técnica iniciaram o novo ciclo da seleção brasileira com um trabalho planejado. Na terça-feira, o técnico Tite teve todos os jogadores concentrados para o treinamento da tarde, novamente na Arena Red Bull. O último jogador a se apresentar foi o defensor Éder Militão, convocado para o lugar de Fágner, do Corinthians, no último domingo.

Os jogadores foram divididos em dois grupos. O critério utilizado foi a minutagem em campo no último fim de semana, quando a maioria dos atletas atuou por seus clubes, seja na Europa ou no Brasil. Aqueles que estavam menos desgastados fisicamente após a rodada do fim de semana fizeram um trabalho mais intenso, com exercícios em campo reduzido, movimentações ofensivas e finalizações.

Qual foi o jogo da Seleção que mais marcou a sua vida de torcedor? Agora imagine, poucos anos depois, poder estar em campo para escrever sua própria história com a camisa do Brasil. Essa é a sensação de quato jovens que foram convocados pela primeira vez no início do ciclo de olho na Copa do Mundo de 2022, no Catar. E o GloboEsporte.com correu atrás para saber quais partidas marcaram as infâncias de Richarlison, Andreas Pereira, Éverton e Lucas Paquetá.

A foto que abre essa matéria mostra um pequeno Andreas Pereira já com a camisa da Seleção, um sonho que se tornaria realidade anos depois no sub-20 e agora como profissional. Nascido na Bélgica e filho de brasileiros, o volante do Manchester United sempre soube qual país gostaria de defender como jogador. Tanto que aos 10 anos já vibrava com a Seleção no Mundial da Alemanha.

 

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »