05/09/2018 às 11h05min - Atualizada em 05/09/2018 às 11h05min

Os trechos mais explosivos do aguardado livro de Bob Woodward sobre Trump

Bob Woodward, um dos jornalistas mais conhecidos dos EUA, descreve um governo sob 'colapso nervoso'.

BBC
Combinação de fotos mostra o jornalista Bob Woodward e o presidente Donald Trump (Foto: Mandel Ngan, Jim Watson/ AFP)

Livros reveladores escritos pelo jornalista Bob Woodward têm sido uma espécie de rito de passagem para presidentes do país. Agora, é a vez de Donald Trump ser colocado sob o microscópio.

Woodward fez seu nome revelando o envolvimento do ex-presidente Richard Nixon no escândalo do Watergate. Agora, ele descreve o governo do republicano como uma administração em "colapso nervoso do poder executivo".

Defensores de Trump dirão, não sem razão, que Woodward representa o establishment de Washington contra o qual o presidente está lutando.

Também é verdade, no entanto, que o jornalista tem acesso incomparável aos corredores do poder. Na capital americana, é como um consenso a ideia de que é melhor falar com o repórter do que deixar de fazê-lo - uma vez que colegas, e no pior dos casos inimigos, estão dando a ele o seu lado da história.

O presidente Donald Trump reagiu de forma raivosa à divulgação de trechos da publicação. No Twitter, o republicano disse que Woodward não tem credibilidade e questionou se o jornalista não seria um "agente" do partido Democrata. Trump ainda falou que as aspas de membros de sua administração citadas no livro foram "fabricadas".

"O livro de Woodward já foi refutado e desacreditado pelo general (secretário de Defesa) James Mattis e o general (chefe de Gabinete) John Kelly. As falas deles são fraudes fabricadas, uma trapaça com o público, assim como outras histórias e aspas", diz um dos tuites de Trump.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »