05/09/2018 às 10h27min - Atualizada em 05/09/2018 às 10h27min

Na volta de Garay, Brasil reage, vira sobre a Rússia e estreia bem em Montreux

Após começo ruim, equipe mostra força e bate as russas na estreia da competição na Suíça

GloboEsporte.com, Montreux, Suíça
Brasil festeja ponto na partida contra a Rússia (Foto: Divulgação/FIVB)

O início assustou. Às vésperas do Mundial, o Brasil repetia os mesmos erros do início da preparação. Aos poucos, porém, a seleção se recuperou. Na estreia do Torneio de Montreux, na Suíça, a equipe bateu a Rússia por 3 sets a 1, parciais 24/26, 25/21, 25/21 e 25/23. A partida marcou a volta de Fernanda Garay e Suelen ao time titular de José Roberto Guimarães.

O Brasil, que soma sete títulos em Montreux, volta à quadra nesta quarta-feira. A equipe encara a Polônia, às 16h14 (horário de Brasília). Na primeira partida desta terça, a China venceu a Suíça por 3 sets a 0, parciais 25/21, 25/14 e 25/10.

Fernanda Garay, fora da seleção desde os Jogos de 2016, voltou ao time titular nesta terça. Ainda em busca da melhor forma, ficou em quadra por dois sets. Suelen, que voltou após lesão na Liga das Nações, foi titular durante toda a partida. Drussyla, outra que voltou de lesão, também participou bem da partida.

Gabi fechou o jogo como maior pontuadora da equipe, com 18 pontos. Rosamaria também apareceu bem, com 16 pontos. Carol, Thaísa e Drussyla, todas com nove pontos, foram fundamentais para a virada. Em sua volta à equipe, Garay fez oito pontos. Pela Rússia, Nataliya Goncharova marcou 19 pontos. Parubets, outro destaque, fez 14 pontos.

Volta por cima

No toque de Parubets para fora, o Brasil abriu a contagem. O início, porém, não foi bom para a seleção de José Roberto Guimarães. O passe, antigo problema do time, voltou a falhar, e as russas abriram 4/1. O Brasil conseguiu encostar. Por vezes, ficou a um ponto do empate, mas tinha problemas para virar a bola. Quando a Rússia voltou a abrir quatro pontos (14/10), Zé Roberto parou o jogo.

 

Ainda demorou um pouco para que a seleção conseguisse chegar. Rosamaria levou o time ao empate em 22/22, e foi a vez da Rússia de parar o jogo. A virada veio em um erro russo, com Goncharova. Mas foi por pouco tempo. Em três ataques seguidos, Gabi parou no bloqueio, e a Rússia virou: 24/23. O Brasil ainda evitou um set point, mas foi batido na sequência: 26/24.

Zé Roberto falou, tentou acertar o time, mas o retorno à quadra foi ainda pior. A Rússia não demorou a abrir 5/0. Logo, 10/4. Foi quando o Brasil deu início à reação. Aos poucos, o time encostou até chegar à virada, em 16/15. Carol, com um ace, fez 21/17. Rosamaria fez a seleção fechar a conta e empatar o jogo: 25/21.

Na volta à quadra, a seleção manteve o ritmo. Com Drussyla em quadra, o Brasil seguiu na dianteira. A Rússia tentou chegar, mas logo a equipe de José Roberto Guimarães abriu 19/11. Aos poucos, no entanto, as russas reagiram e fizeram a diferença cair para apenas dois pontos. Mas o Brasil seguiu à frente e fechou o set em 25/21.

A Rússia quis reagir. Na primeira parte do set, liderou as ações. Aos poucos, porém, o Brasil tomou a frente. Rosamaria fez a seleção passar no placar, com 11/10. Gabi ampliou para 12/10 logo depois. As rivais brigaram e passaram à frente mais uma vez. Mas o equilíbrio se manteve até o fim. Ponto a ponto, os times brigaram, mas o Brasil levoui a melhor no fim: 25/23.

 
 
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »