27/05/2018 às 21h10min - Atualizada em 27/05/2018 às 21h10min

Sétimo dia de greve tem caminhões de combustíveis escoltados pela PM e filas em postos de Salvador

Também foi anunciada a suspensão de vários serviços. Ao menos dez estabelecimentos funcionaram neste domingo na capital. Espera dos motoristas foi de até 5h.

G1 BA
Vítima relatou falta de segurança na área da Ufba de Ondina (Foto: Reprodução/ TV Bahia)

o sétimo dia da greve dos caminhoneiros em Salvador, o dia foi de grandes filas em postos de combustíveis e redução na oferta de serviços como o transporte coletivo. Neste domingo (27), a Bahia tem ainda mais de 30 bloqueios em rodovias federais, conforme o último levantamento feito pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Também há obstruções em rodovias estaduais.

Em alguns trechos do estado, os caminhoneiros estão liberando os veículos carregados de combustíveis, remédios e produtos hospitalares.
 

No entanto, foram liberados caminhões-tanque carregados de combustível que estavam parados nas estradas, o que fez aumentar a oferta do produto na capital. Alguns veículos foram escoltados por equipes da Polícia Militar. O combustível está escasso na cidade desde a sexta-feira (25).

Neste domingo, é possível encontrar combustível em, pelo menos, dez posto de Salvador. Na Avenida ACM (Hiper Posto), em um estabelecimento ao lado da rodoviária, na Av. Garibaldi, no Vale do Ogunjá, em Narandiba, Imbuí, na BR-324, sentido Salvador, e no bairro de Piatã. Mesmo assim, a espera dos motoristas é longa e as filas quilométricas. Em alguns pontos, a espera chega a 5 horas.

No interior, não há combustível em postos de Juazeiro, Vitória da Conquista e Itabuna, por exemplo. Em Feira de Santana, ainda há álcool em alguns estabelecimentos.
 

Transporte

 

Ainda por conta da escassez de combustível, os ônibus do transporte público de Salvador rodaram com apenas 30% da frota neste domingo (27). Passageiros relataram longa espera pelos coletivos por conta da redução no número de veículos.

O metrô operou normalmente. As lanchas da travessia Salvador-Mar Grande não funcionaram, por causa do mau tempo. O ferry boat operou sem restrições.

O aeroporto de Salvador não teve cancelamentos, segundo informou a Vinci, empresa que administra o sistema. O terminal recebeu nova quantidade de querosene para aeronaves neste domingo, o que, segundo a empresa, mantém a autonomia para a demanda atual.

Os demais aeroportos do estado -- Barreiras, Vitória da Conquista e Ilhéus --, também não tiveram cancelamentos neste domingo. O terminal de Ilhéus ainda não recebeu combustível, no entanto, todas as aeronaves que pousam no local chegam com combustível suficiente para levantar voo e fazer nova viagem.

Em Feira de Santana, a cerca de 100 km de Salvador, a frota de ônibus foi reduzida em 30% desde a sexta-feira (25). Neste domingo, o sistema operou apenas com 15% dos veículos. Alguns passageiros relataram espera de até 2h. Na segunda-feira (28), o transporte vai funcionar com 70% da frota nos horários de pico e 60% nos demais horários. A estratégia foi montada para economizar combustível e evitar a suspensão do serviço para a população.

Em Juazeiro, no norte do estado, o transporte público também foi afetado. As duas empresas que operam na cidade reduziram a frota neste domingo. A expectativa, é que o mesmo seja feito na segunda-feira.

 

Aulas e atividades canceladas

 

 
Vítima relatou falta de segurança na área da Ufba de Ondina (Foto: Reprodução/ TV Bahia)

Vítima relatou falta de segurança na área da Ufba de Ondina (Foto: Reprodução/ TV Bahia)

Vítima relatou falta de segurança na área da Ufba de Ondina (Foto: Reprodução/ TV Bahia)

Vítima relatou falta de segurança na área da Ufba de Ondina (Foto: Reprodução/ TV Bahia)

Vítima relatou falta de segurança na área da Ufba de Ondina (Foto: Reprodução/ TV Bahia)

Universidades públicas e particulares, além de órgãos públicos e escolas, anunciaram a suspensão das atividades na segunda-feira (28), por conta dos impactos da greve nos vários setores de serviços do estado e do país.

Suspenderam as aulas: Universidade Federal da Bahia (UFBA), Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), Universidade Estadual da Bahia (Uneb), Centro Universitário Jorge Amado (Unijorge), Faculdade Social da Bahia (FSBA), Centro Universitário Estácio, Centro Universitário Unirb e Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC).

Entre os órgãos públicos, suspenderam o expediente o Tribunal Regional do Trabalho da Bahia (TRT5-BA), o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), o Ministério Público do Estado (MP-BA), o Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE/BA) e o Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM/BA). Confira a lista completa.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »