22/11/2019 às 14h41min - Atualizada em 22/11/2019 às 17h17min

Casais se conhecem pela internet e mantêm relacionamentos duradouros

Com o boom de aplicativos de relacionamento, como Tinder e Happn, muitas pessoas encontram seus pares na internet até mesmo em outros apps, como Facebook, Instagram e LiveMe.

DINO
http://www.liveme.com


A interação na web sempre revolucionou a maneira com que as pessoas pensam o mundo e se comunicam com familiares, amigos e desconhecidos. Agora, o mercado evolui com cada vez mais aplicativos voltados ao relacionamento, além dos sites e programas de conversas que já existiam há muito tempo.

Os relacionamentos na era da internet

Voltando um pouco na história recente, há o início de tudo na década de 90. No começo da era virtual, muitos sites de relacionamento surgiram, desde os mais simples como o Bate Papo UOL até fóruns e grupos voltados a pares que queriam "ficar". Esse verbo, inclusive, tomou essa nova conotação nesse cenário que mostrava como as relações se tornavam mais etéreas.

Nos anos 2000, aplicativos como o Tinder e OkCupid surgiram e com eles outra revolução aconteceu. Agora, as pessoas passaram a buscar outras nesses locais por diversas motivações, seja vendo a foto do futuro ficante, conhecendo um pouco mais sobre aquela pessoa na descrição etc.

Ainda nesse período, outros aplicativos como o Facebook e a LiveMe surgiram inicialmente para conectar pessoas. Mas a conexão foi tanta que, em muitos casos, eles se tornaram quase que voltados ao relacionamento amoroso. Afinal, muitos casais se conheceram neles e passaram a namorar e futuramente casar.

É o caso de Rain e Nelson que se conectaram a partir de uma cutucada no Facebook. Eles começaram a conversar por causa dessa interação na rede social para depois marcar um encontro. Após esse dia, eles sentiram uma atração instantânea e o relacionamento perdurou - e contando com o apoio da filha de um relacionamento anterior de Nelson.

Aplicativos específicos, como o Tinder, também têm muito sucesso, apesar do receio de algumas pessoas. Esse receio atingiu o triatleta Rafael Farnezi e a advogada Thamy Oliveira que não acreditavam no potencial que essa tecnologia poderia trazer.

Ambos tinham acabado de terminar um namoro e resolveram baixar o software para testar, embora ainda incrédulos. Depois de se encontrarem por meio dele, o futuro casal conversou bastante e agora os dois mantêm um relacionamento há anos.

De acordo com Thamy, o mais curioso é que o Tinder fez com que duas pessoas totalmente diferentes se conhecessem. Afinal, o triatleta e a advogada têm rotinas muito distintas, o que impossibilitaria um encontro na "vida real". Graças a internet, ambos se descobriram e puderam ver como são parecidos.

Relacionamentos iniciados no LiveMe

O LiveMe é um aplicativo de stream voltado para pessoas que querem ganhar dinheiro ao mostrar seu próprio conteúdo. Apesar disso, além do dinheiro e da divulgação do próprio trabalho, o software também serviu para iniciar algumas histórias de amor. Isso aconteceu com a Iza que conheceu o seu namorado pelo aplicativo.

"Sim, nos conhecemos pela LiveMe. Começamos como amigos e logo depois ele passou a me ajudar no aplicativo. Marcamos um encontro porque fomos nos conhecendo afundo (por mensagens e videochamadas) e ele veio ao Brasil me conhecer. Nos conhecemos, ele conheceu pessoas da minha família e amigos da LiveMe também nos encontraram no Rio de Janeiro. Então rolou o pedido de namoro, o que foi algo muito além do LiveMe (sic). Desde então, estamos juntos e ele ainda me ajuda no aplicativo."

Além da Iza e do seu namorado, a LiveMe também já conectou outros casais, como a Ethienne que conheceu seu futuro marido a partir do aplicativo. Em um relato postado no Instagram, a streamer conta que, logo depois de se cadastrar, os dois começaram a conversar, se relacionar e se ajudar mesmo sendo de países diferentes.

"Eu e o Aron, a gente conversa muito, ele é o meu melhor amigo e é quem mais me ajuda no LiveMe"

Além disso, Ethienne ainda diz que a LiveMe trouxe muitos benefícios para a vida dela, como a oportunidade de exercitar o aprendizado autodidata da língua inglesa. Afinal, ela sempre estudou sozinha e nunca pôde entrar em um curso para fazer aulas de conversação, mas colocou seu conhecimento em prática com a ajuda do aplicativo e - principalmente - do Aron.

Agora, Ethienne está buscando o seu visto para viajar aos EUA, entrar no país e casar. A ideia da futura noiva é homenagear a LiveMe com banners ou lembrancinhas na cerimônia, visto que o aplicativo foi a ponte para que os dois se conhecessem e criassem esse relacionamento.

O LiveMe por ser um aplicativo de stremaer, conecta pessoas ao vivo gerando interação visual, isso causa uma facilidade de reconhecimento e gera uma maior intimidade com mais velocidades que aplicativos de conversas escritas.

A internet e os relacionamentos de longa distância

Se nos anos 50 o flerte costumava acontecer em ruas e praças do bairro, no século XXI esse campo se expandiu para o mundo. As fronteiras regionais acabaram graças à internet e aos aplicativos, fazendo com que pessoas de diferentes estados ou até mesmo países se conhecessem e começassem um relacionamento duradouro.

Isso aconteceu entre o baiano Rodrigo Guerreiro, 37 anos, e a mineira Izabela Moraes, 27 anos, que se conheceram pela rede social Tagged. Na época, ela não era um site de relacionamento, mas tudo começou por ali. Izabela conta que adicionou Rodrigo em um incidente porque não sabia mexer na plataforma, mas acabou conversando todos os dias com o rapaz.

Depois de alguns meses de conversa, ele resolveu visitar Uberlândia para que ambos se conhecessem pessoalmente. Rodrigo foi apresentado à família de Izabela e os dois começaram a namorar naquela época. Depois disso, ela também viajou para a Bahia para conhecer os familiares e amigos do namorado e, embora a relação fosse difícil devido à distância, o amor nunca esfriou.  Agora, eles estão casados e moram em Minas Gerais.

Existem muitos outros casais que se conheceram pela internet e mantêm relacionamentos duradouros. E os aplicativos estão ajudando muito nessa busca. Quanto mais os apps permitem interação através de conexão e intimidade, mais as pessoas conseguem conhecer e se apaixonar pelo outro lado da tela do celular.



Website: http://www.liveme.com
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »