22/11/2019 às 14h48min - Atualizada em 22/11/2019 às 17h16min

Diabetes: quais são os efeitos no organismo?

Dra. Rosália Padovani, endocrinologista, explica que se a doença não for descoberta cedo, o corpo todo pode sofrer com os prejuízos provocados por ela

DINO
http://www.rosaliapadovani.com.br


Hábito de vida sedentário, alimentação inadequada, hipertensão, apneia do sono, entre outros,  são considerados fatores de risco para  o diabetes. A  doença é causada pela produção insuficiente ou pela resistência de ação da insulina, hormônio que regula a quantidade de açúcar no sangue.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes, existem no Brasil mais de 13 milhões de pessoas que vivem com a doença. E a melhor forma de prevenir é praticar atividades físicas regularmente, mantendo uma alimentação saudável além de evitar o consumo de álcool e tabaco, por exemplo.

E para alertar os sinais do diabetes, a Dra. Rosália Padovani, endocrinologista, explica sobre alguns sintomas que podem surgir com o passar do tempo, por complicações da doença tais como:

Pé diabético

É uma complicação do DM. O problema pode começar com uma ferida que, se não evidentemente tratada pode infeccionar e levar, inclusive, a amputações de MMI.

Retinopatia diabética

O olho é um dos principais órgãos afetados pelo diabetes, sendo a retinopatia diabética uma complicação comum. É uma doença que afeta os pequenos vasos da retina, região ocular responsável pela formação das imagens enviadas para o cérebro. O aparecimento desta complicação está associado ao tempo de duração da doença e ao grau de descontrole da glicemia sendo considerada uma importante causa de cegueira nos pacientes de faixa etária entre 20 e 74 anos de idade.

Nefropatia diabética

A nefropatia diabética é uma das causas de insuficiência renal crônica. Caracteriza-se por lesões nos pequenos vasos sanguíneos devido ao aumento crônico das taxas de glicose na corrente sanguínea. Essa complicação pode ser diagnosticada por um exame de urina específico que mostra taxas elevadas de proteína na urina do doente.

Neuropatia diabética

A neuropatia diabética é um dos distúrbios que atinge cerca de 50% dos pacientes diabéticos e está relacionada aos elevados níveis glicêmicos que ocasionam danos aos nervos periféricos, atingindo principalmente os pés. Os sintomas são variados podendo ser desde perda da sensibilidade, formigamentos, fraqueza, dormência até dor  intensa.

Problemas cardiovasculares

O diabetes pode afetar os pequenos e grandes vasos arteriais provocando a deterioração da parede das artérias, o que predispõe às oclusões vasculares. O diabetes descontrolado aumenta em 2 a 4 vezes o risco de doenças coronárias, ataques cardíacos e derrames.

DRA. ROSÁLIA PADOVANI

A Dra. Rosália é doutora em Endocrinologia e Metabologia pela UNIFESP. Realizou treinamento médico no exterior, no  Memorial Sloan Kettering Cancer Center (MSKCC), em Nova York. Foi graduada pela Faculdade de Medicina da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e fez a residência de Endocrinologia na Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo (ISCM-SP). Obteve o título de especialista em Endocrinologia e Metabologia pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM) em 2004. Atualmente, é médica assistente da disciplina de endocrinologia e metabologia da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo (ISCM-SP), onde atua na área de câncer de tireoide, desenvolvendo pesquisas com ênfase no diagnóstico, tratamento e seguimento dos pacientes com essa neoplasia. É também médica responsável pelo tratamento com radioiodoterapia no setor de medicina nuclear (Nuclimagem) do mesmo serviço.

Site: www.rosaliapadovani.com.br

 



Website: http://www.rosaliapadovani.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »