14/11/2019 às 10h48min - Atualizada em 14/11/2019 às 10h51min

Pesquisa revela por que 70% dos carros no Brasil não estão segurados

A Smartia Seguros, em parceria com a TEx, aponta por que 70% dos veículos nacionais não contam com a proteção do seguro auto. Ela reuniu os principais argumentos e mostra como o barato pode sair caro.

DINO
https://www.smartia.com.br/
Entenda por que 70% dos carros no Brasil não estão segurados


Dados recentes da Confederação Nacional das empresas de Seguros Gerais (CNseg) surpreendem quando mostram que apenas 30% dos brasileiros se preocupam em ter seguro auto, é o que aponta o levantamento realizado pela Smartia Seguros.

Muitos optam por não pagar por um seguro dado a análise empírica que fazem dos anos anteriores como motoristas. Se nunca passaram por acidentes ou roubos, decidem não fazer, pois se trataria de um dinheiro jogado fora.

Outros partem da lógica de que o modelo escolhido não é visado para roubo. Seguindo este pensamento, a pessoa se cerca de cuidados como guardar o carro sempre em garagem e estacionamentos, investir em travas de volante e não utilizá-lo em regiões com índices altos de roubo.

Compensa não ter um seguro de carro?

Marcos Roberto, desenvolvedor de software e morador de São Paulo, sempre teve seguro de seus automóveis e explica o porquê. "O investimento do dinheiro de um carro pode se perder todo caso ele seja roubado. Às vezes ele é fruto de economia de uma vida toda. É um bem e você não quer colocar em risco seu patrimônio".

De acordo com a especialista em seguros Jeniffer Elaina, gerente de conteúdo e SEO do site da Smartia Seguros, pode ser muito arriscado não ter a proteção e acabar, no final das contas, gastando muito mais com imprevistos. " Há um engano comum achar que ao cortar a parcela do seguro das despesas mensais você estará economizando, pois no momento de algum imprevisto você pode ter que tirar dinheiro de outras contas, fazer um empréstimo ou contrair dívidas, caso precise desembolsar com o conserto do seu veículo e de terceiros".

O barato pode sair caro

Existem diversos tipos de seguros, com as mais variadas coberturas e para diferentes orçamentos. Dentre elas, a mais utilizada é a proteção para terceiros, uma vez que os transtornos vão muito além do gasto financeiro quando outra pessoa é envolvida.

Outra cobertura fundamental é contra roubo. A seguradora, neste caso, reembolsa o segurado com o valor baseado na tabela Fipe. Dessa forma, o pior pesadelo para um proprietário - perder seu bem-, fica protegido.

Fontes: Smartia Seguros e Tex



Website: https://www.smartia.com.br/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »