06/11/2019 às 11h05min - Atualizada em 06/11/2019 às 12h07min

Novos lares para idosos oferecem segurança e qualidade de vida

Eles oferecem um conceito inovador de cuidado que em nada lembra aquela imagem estigmatizada dos asilos e têm como objetivo melhorar a qualidade de vida dos clientes

DINO
https://www.vivendaquintadasflores.com.br/


Quando se fala em instituições para pessoas da terceira idade, estamos nos referindo a residenciais nos quais velhinhos passam o dia na frente da televisão ou em seus quartos, dependendo da ajuda dos funcionários, certo? Errado! Hoje em dia esses locais mais parecem um resort que oferece assistência médica 24 horas, alimentação balanceada por nutricionistas, atendimento de terapeutas, integração social e uma programação de atividades sociais, culturais e esportivas, que contam com dança, cinema, música e horta, entre outros. Até mesmo o nome mudou e, ao invés de serem chamadas de casa de repouso, elas agora são conhecidas como instituições de longa permanência para idosos, tipo de negócio que vem crescendo bastante no Brasil devido ao aumento da sua população sênior. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, IBGE, o país ganhou 4,8 milhões de pessoas nessa faixa etária de 2012 e 2018.

Esse tipo de empreendimento já está disponível em diversas cidades brasileiras e segue o modelo conhecido há bastante tempo em outros continentes, como América do Norte e Europa, onde são procurados pelos próprios indivíduos da terceira idade quando ainda gostam de boa saúde e querem um local agradável, confortável e seguro para morar e que garanta a sua autonomia. De acordo com Rodrigo Vilela, diretor da Vivenda Quinta das Flores “esse modelo de cuidado estimula o desenvolvimento cognitivo e o convívio social, fatores que ajudam a postergar ou reduzir problemas ligados ao envelhecimento”. Dois estudos, um realizado nos Estados Unidos e outro na Holanda, comprovaram essa informação, pois mostraram que os idosos que viviam muito solitários apresentavam declínio maior na sua saúde física e mental e sofriam mais com depressão, insônia, aumento de pressão arterial e dos níveis de cortisol, o hormônio do estresse, e redução na eficácia do sistema imunológico, além de diminuição na resiliência, a capacidade de contornar dificuldades e lidar com preocupações. Outro problema são as quedas, que podem trazer consequências bastante ruins, como fraturas e traumas. As conclusões apresentadas por esses trabalhos não poderiam ser diferentes, já que o ser humano é um ser social por natureza e o fato de chegar à terceira idade não muda isso. A convivência com os seus pares é interessante para que haja trocas e percebam que os problemas são comuns, assim como com a  família e crianças como fontes de estímulos e afeto.

VIVENDA QUINTA DAS FLORES

A Vivenda Quinta das Flores desenvolveu um novo conceito de moradia para a Terceira Idade, com salas e jardins para convivência, que preza a autonomia dos idosos e o relacionamento com a sociedade e familiares. O espaço foi projetado para quem quer desfrutar a vida, ir as compras, participar de eventos sociais e empresariais, shows, visitar amigos e participar de tudo o que tem prazer em fazer.

Site: https://www.vivendaquintadasflores.com.br/



Website: https://www.vivendaquintadasflores.com.br/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »