28/10/2022 às 10h25min - Atualizada em 31/10/2022 às 00h01min

pesquisa da regus revela como empresas buscam espaços no metaverso para aprimorar o trabalho híbrido

gestores consideram a tecnologia como próximo passo para o trabalho híbrido, porém apenas 6% de seus colaboradores acreditam que as empresas adotarão este ambiente virtual

SALA DA NOTÍCIA Gabriel Pereira
Uma pesquisa realizada no Reino Unido pela Regus[1], marca do IWG, maior grupo de espaço de trabalho flexível do mundo, descobriu que dois terços (66%) dos líderes empresariais veem o metaverso como a progressão natural para o trabalho híbrido. Quase metade (48%) está explorando o espaço de escritórios dentro do mundo online para seus funcionários. Ao reunir colaboradores de diferentes locais para interagir por meio de avatares 3D, gestores acreditam que a plataforma digital terá um impacto significativo na maneira como trabalhamos. Cerca de 70% deles esperam aumentar a demanda pelo trabalho flexível, pois reduzirá a necessidade de funcionários se encontrarem em um mesmo local físico.

Para Mark Dixon, fundador e CEO da IWG, as mudanças no mundo do trabalho, quase sempre impulsionadas pela tecnologia, transformam a maneira como negócios são feitos. “Exemplo disso, ao traçar um paralelo com o início da pandemia, quando milhões de empresas no mundo se adaptaram permanentemente, as ferramentas e plataformas baseadas de Web, como Zoom e Teams permitiram um trabalho mais eficaz”, destaca.


Os líderes empresariais também acreditam que a flexibilidade oferecida pelo metaverso trará uma série de outros benefícios. Entre eles, locais de trabalho mais diversos (62%), melhora na saúde mental (57%), aumento na produtividade (54%) e melhores relações entre os funcionários de dentro e de fora dos escritórios (54%).  Mais de 70% também acham que essa plataforma digital apresentará novas oportunidades de negócios.

Apesar do entusiasmo dos gestores pelo metaverso, colaboradores temem que suas empresas não estejam preparadas o suficiente para mergulhar na nova tecnologia. Quase dois terços (63%) acham que seus empregadores vão esperar para ver como outras empresas se saem antes de investir, enquanto menos da metade (46%) acreditam que suas empresas adotarão precocemente o metaverso.  Apenas 6% acham que seu negócio adotará a tecnologia nos próximos 12 meses, com a maioria (33%) esperando que esse processo ocorra somente após três ou quatro anos.

O interesse dos funcionários para que a tecnologia seja adotada rapidamente se dá pelos benefícios oferecidos. A comunicação entre os membros da equipe (44%), o trabalho em equipe (41%), as oportunidades de trabalho remoto (40%) e a criatividade (39%) foram identificadas pelos funcionários como as maiores vantagens de trabalhar nesse ambiente digital.

Quando se trata de implementar a nova tecnologia, 56% dos líderes dizem que o espaço compartilhado do escritório ainda será fundamental. Dos respondentes, 61% estão tão otimistas em suas perspectivas que acreditam que a tecnologia se tornará crucial para as comunicações entre diferentes escritórios.

Para Tiago Alves, CEO do grupo no Brasil, a chegada do metaverso é um novo passo para o híbrido. “Além dos benefícios que impactarão diretamente na qualidade de vida dos funcionários, essa tecnologia, aliada ao trabalho flexível, permite uma melhoria na experiência de trabalho e interação, servindo com uma ponte para que profissionais possam realizar atividades como reuniões e o tradicional networking de forma remota, quebrando barreiras físicas que limitavam essa troca. Possibilitar às pessoas que fiquem juntas e interajam será um grande ponto diferencial trazido por essa tecnologia”, destaca o executivo.

Um outro levantamento[2] encomendado pela Regus descobriu que empresas FTSE 250 estão três vezes mais procurando usar um modelo de escritório híbrido em comparação com aqueles que procuram continuar da mesma forma que no período pré-pandemia, sugerindo que o apetite por trabalhar no metaverso só aumentará. Para atender essa demanda, o grupo detentor da marca comprometeu-se a abrir 1.000 novos espaços em 2022, com a maioria definida para abrir em localidades fora dos grandes centros comerciais.

"Esta última pesquisa mostra que os líderes empresariais esperam que o metaverso tenha um efeito transformador no formato híbrido. Isso permitirá uma melhor colaboração entre as pessoas que trabalham em todo o mundo, reduzindo a necessidade de deslocamento e permitindo maior flexibilidade nos horários de trabalho", complementa, Dixon.

Sobre o IWG, International Workplace Group  
O IWG está à frente da revolução dos espaços de trabalho. As unidades do grupo auxiliam milhões de pessoas e empresas ao redor do mundo a trabalharem de forma mais produtiva por meio do fornecimento de opções de espaços flexíveis, comunidades e serviços profissionais inspiradores e colaborativos. A digitalização e as novas tecnologias proporcionaram uma grande revolução no mundo corporativo, fazendo com que as pessoas pudessem optar pelo benefício de trabalhar como e de onde quiserem e conseguissem, desta forma, mais equilíbrio entre a vida pessoal e profissional. As empresas parceiras buscam no IWG mais do que apenas benefícios financeiros e estratégicos, mas também soluções que se adequem de forma personalizada às suas necessidades. O grupo oferece ao mercado corporativo as marcas: Regus, Spaces, No18, Basepoint, Open Office e Signature para atender a companhias de todos os tamanhos - de grandes multinacionais a pequenos empresários para que todos possam tirar proveito do trabalho flexível para aumentar sua produtividade, eficiência, agilidade e proximidade com o mercado.

Informações à imprensa | Máquina Cohn & Wolfe
Gabriel Furlan – [email protected] – (11) 98496-6575
Denise Carvalho – [email protected] – (11) 99218-0181
Gabriel Pereira - [email protected] - (11) 96828-5025
 

[1] Pesquisa realizada entre 2.000 funcionários de escritórios e 250 altos executivos em maio de 2022 pela Mortar. A Mortar é credenciada pela Sociedade de Pesquisa de Mercado (MRS) e a pesquisa aderiu às diretrizes da MRS
[2] Pesquisa entre 501 líderes empresariais FTSE 250 realizada pela Censuswide em janeiro de 2021.


Link
Notícias Relacionadas »
Ab Noticias  News Publicidade 1200x90
Mande sua denuncia, vídeo, foto
Atendimento
Mande sua denuncia, vídeo, foto, pra registrar sua denuncia