20/10/2022 às 09h03min - Atualizada em 21/10/2022 às 00h00min

Dólar fecha em queda, com eleições no Brasil no radar dos investidores

Nesta quinta-feira, a moeda norte-americana registrou baixa de 1,08%, cotada a R$ 5,2175.

G1
https://g1.globo.com/economia/noticia/2022/10/20/dolar.ghtml

Nesta quinta-feira, a moeda norte-americana registrou baixa de 1,08%, cotada a R$ 5,2175. Cédulas de dólar
Divulgação
O dólar fechou em queda nesta quinta-feira (20), com investidores acompanhando os desdobramentos do período eleitoral, a nove dias do segundo turno para o cargo de presidente da República.

A moeda americana registrou baixa de 1,08%, cotada a R$ 5,2175. Veja mais cotações.
No dia anterior, a moeda subiu 0,42%, cotada a R$ 5,2747. Com o resultado de hoje, acumulou queda de 1,98% na semana, de 3,27% no mês e de 6,41% no ano frente ao real.
LEIA TAMBÉM:
Comercial x turismo: qual a diferença e por que o turismo é mais caro?
Qual o melhor momento para comprar a moeda?
Dinheiro ou cartão? Qual a melhor forma de levar dólares em viagens?
Entenda: O que faz o dólar subir ou cair em relação ao real
o
O que está mexendo com os mercados?
Ontem, o dólar avançou acompanhando as incertezas dos mercados internacionais em relação ao cenário macroeconômico global, com inflação em alta e os juros subindo. Neste contexto, investidores buscam opções de investimentos consideradas mais seguras e o dólar se beneficia do movimento por ser uma moeda forte.
Analistas do BTG Pactual explicam, no entanto, que "o cenário macro se mistura nesta semana à temporada de resultados corporativos". Se os balanços trimestrais vierem positivos, isso pode trazer otimismo aos investidores e dar certo fôlego aos ativos de risco, como o mercado de ações e as moedas de países emergentes, caso do real.
As grandes empresas de tecnologia dos Estados Unidos começaram a divulgar seus resultados e, até aqui, os impactos são mistos, avaliam os especialistas.
Enquanto a montadora Tesla - apesar de um lucro de US$ 3,3 bilhões, alta de 103% em um ano - informou que pode não conseguir cumprir com sua meta de entrega de novos veículos, a Netflix reportou que conseguiu reverter sua crise de assinantes, com 2,41 milhões de novos usuários no terceiro trimestre.
Já no cenário doméstico, o foco do mercado continua com as eleições para a Presidência da República, que têm segundo turno marcado para 30 de outubro.
Na noite desta quarta-feira (19), o Datafolha divulgou mais uma pesquisa de intenção de votos. Segundo os dados, o ex-presidente Lula tem 49% da preferência dos eleitores, enquanto o atual presidente Jair Bolsonaro tem 45%. No caso dos votos válidos, Lula tem 52% e Bolsonaro, 48%.
Initial plugin text

Credito G1



Fonte: https://g1.globo.com/economia/noticia/2022/10/20/dolar.ghtml


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Ab Noticias  News Publicidade 1200x90
Mande sua denuncia, vídeo, foto
Atendimento
Mande sua denuncia, vídeo, foto, pra registrar sua denuncia