18/10/2022 às 13h04min - Atualizada em 19/10/2022 às 00h02min

Ticket médio de venda de imóveis usados cresce 10,5% em setembro em Curitiba

Dados compilados pelo Secovi-PR indicam que cerca de 60% dos imóveis residenciais comercializados no período se referem a apartamentos de dois e três dormitórios

SALA DA NOTÍCIA ARI CESAR LEMOS
Valterci Santos

O ticket médio das vendas de imóveis usados em Curitiba, referente tanto a unidades residenciais, comerciais e terrenos, cresceu 10,5% em setembro de 2022 em comparação com o mês imediatamente anterior, chegando a R$ 427,3 mil. Os dados são do último levantamento do Instituto Paranaense de Pesquisa e Desenvolvimento do Mercado Imobiliário e Condominial (Inpespar), integrante do Sistema Secovi-PR, sobre o setor na capital paranaense.

Em relação apenas aos imóveis residenciais, o aumento foi de 6%, com ticket médio de R$ 396,7 mil. Segundo o Inpespear, cerca de 60% das unidades para fins residenciais comercializadas no período correspondem a apartamentos de dois e três dormitórios.

“Para quem está pensando em adquirir um imóvel para ampliar o patrimônio, pensando em disponibilizar a unidade para locação ou mirando uma revenda futura, a valorização que vem sendo observada no mercado curitibano é um bom indicativo e que reforça a máxima de que o imóvel é uma moeda forte, principalmente no médio e longo prazo”, comenta Luciano Tomazini, presidente do Inpespar.

Outro índice do segmento imobiliário que registrou bom resultado na cidade em setembro foi o de Vendas de Usado Sobre Oferta (VUSO) de imóveis residenciais, que alcançou 5% no nono mês do ano, crescimento de 0,3 ponto percentual (p.p.) na comparação com agosto, mantendo o patamar alto de vendas que tem sido constatado durante todo o ano.

“Encontramo-nos num ciclo de estabilização. Nos nove primeiros meses de 2022, a média do VUSO em Curitiba está em 5%, apenas 0,9 p.p. abaixo do que se teve para o mesmo período de 2021 [5,9%], que foi um ano fora da curva, e 1,6 p.p. acima da média verificada entre janeiro e setembro de 2020, quando o VUSO ficou em 3,4%”, acrescenta Tomazini.

Financiamentos seguem em alta – Assim como na maior parte do ano, os financiamentos para a aquisição da casa própria se mantiveram acima dos 70% em Curitiba em setembro, registrando 70,9%. No trimestre – julho a setembro –, a média ficou em 72,1%, 1,9 p.p. abaixo do que se teve no mesmo período de 2021 (74%) e 1,5 p.p. acima de 2020 (70,6%).

“Mesmo com a alta da Selic nos últimos 20 meses, que reflete em todas as taxas do mercado, mantendo-se agora em 13,75% ao ano, o financiamento de imóveis segue na faixa dos 9% a 10%, o que mantém um giro saudável e interessante para aqueles que desejam adquirir a casa própria”, pontua Josué de Souza, vice-presidente de Comercialização Imobiliária do Secovi-PR.

Bairros mais buscados – Em agosto de 2022, os bairros que concentraram a maioria das negociações de imóveis residenciais usados em Curitiba foram Centro (8,4%), Água Verde (6,9%), Boqueirão (5,4%), Cristo Rei (4,2%) e Portão (4,2%). Destaque também para CIC (3,8%), Santa Cândida (3,8%), Bigorrilho (3,4%) e Campo Comprido (3,4%).
 


Link
Notícias Relacionadas »
Ab Noticias  News Publicidade 1200x90
Mande sua denuncia, vídeo, foto
Atendimento
Mande sua denuncia, vídeo, foto, pra registrar sua denuncia