18/10/2022 às 17h06min - Atualizada em 18/10/2022 às 18h00min

Impactos positivos da educação corporativa no setor farmacêutico

DOT Digital Group destaca como a capacitação corporativa pode contribuir com o crescimento do setor no Brasil

SALA DA NOTÍCIA DOT Digital Group
https://dotgroup.com.br/
Freepik

A pandemia transformou diversos setores, tanto negativa, como positivamente, como o caso da indústria farmacêutica. Mesmo com a dificuldade por falta de insumos e instabilidade econômica que o país vivencia, segue sendo um importante motor da economia brasileira. Prova disso, é a tendência de que nos próximos anos o Brasil assuma a quinta posição do ranking mundial da indústria farmacêutica, que atualmente é liderado pelos Estados Unidos. Para se ter uma ideia, o mercado farmacêutico global alcançou US$1,74 trilhões em vendas em 2020. Já o mercado brasileiro de medicamentos movimentou R$76,98 bilhões em 2020 apenas nas farmácias, alta de 8,58%, e venda equivalente a 4,7 bilhões de unidades (caixas), segundo o levantamento da consultoria IQVIA.

Ou seja, um mercado promissor e em constante evolução que tem necessidade de aprendizado contínuo. Contudo, no Brasil, há ainda uma falta de programas educacionais e uma carência relativa de profissionais qualificados com experiência em todas as fases do processo de descoberta e desenvolvimento de fármacos, que é longo, arriscado e custoso. 

“Apesar de promissora, essa indústria precisa superar alguns obstáculos. Para isso, é essencial uma frequência de lançamentos que atendam às diferentes necessidades de um público diverso, com muitas especificidades. Assim, com tantos novos produtos e com a necessidade de inovação no setor, é necessário que os colaboradores estejam sempre em treinamento e desenvolvimento para a capacitação”, analisa Luiz Alberto Ferla, fundador e CEO do DOT Digital Group, edtech líder nacional no mercado de educação corporativa digital.

Entre os inúmeros benefícios que os treinamentos online podem proporcionar um dos mais importantes é que eles tornam possível a redução do tempo entre o lançamento de novos produtos e a capacitação da equipe de vendas, uma vez que por ser digital, ela permite que os cursos sejam atualizados e aplicados rapidamente. Por exemplo, estamos passando por uma pandemia que impactou todo o mercado farmacêutico. Diante de cenários como esse, a velocidade da qualificação corporativa digital faz toda a diferença, uma vez que exigem respostas rápidas para atualização de procedimentos e descobertas de novos tratamentos.

Além disso, os treinamentos digitais podem ser aplicados por meio de técnicas modernas que melhoram o processo de aprendizagem, como por exemplo, gamificação, pílulas de conhecimento, microlearning e até mesmo o uso de vídeo 3D para ilustrar efeitos dos fármacos dentro do organismo humano, dando uma maior compreensão sobre o processo. Isso transforma cursos mais morosos em situações dinâmicas e que exigem atenção e participação de quem está aprendendo. 

Outro ponto importante é que eles possibilitam que um grande número de pessoas possa ser capacitado simultaneamente e que colaboradores de diversas regiões do país e do mundo possam ser treinados juntos, já que, são de fácil acesso e podem ser integrados a diferentes plataformas de aprendizado. E, mesmo que ele seja aplicado para uma grande quantidade de pessoas simultaneamente, é possível ter relatórios abrangentes que permitem identificar pontos fortes e fracos do treinamento e da sua gestão.

“O fato é que treinamentos digitais são capazes de aumentar a eficiência e produtividade de profissionais, o que vai impactar toda a cadeia farmacêutica trazendo resultados positivos, não só para o negócio em si, mas também beneficiando o setor como um todo”, finaliza Ferla.

O DOT desenvolveu um e-book destacando as principais vantagens de implementar treinamentos corporativos em empresas do setor, que pode ser baixado gratuitamente neste link.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Mande sua denuncia, vídeo, foto
Atendimento
Mande sua denuncia, vídeo, foto, pra registrar sua denuncia