28/09/2022 às 16h38min - Atualizada em 29/09/2022 às 00h03min

‘Stranger Things’ e meme do ‘Big Floppa’ são os maiores interesses das crianças em 2022

Kaspersky publica relatório sobre o uso online das crianças em julho e levanta os assuntos mais buscados, jogos e até influenciadores mais acessados por elas

SALA DA NOTÍCIA Kaspersky
Um novo relatório da Kaspersky revela os maiores interesses das crianças durante as férias de meio de ano de 2022, no Google e YouTube, a partir de dados anônimos fornecidos pelos clientes do Kaspersky Safe Kids. A análise foi realizada entre o início de junho e final de agosto deste ano e verifica as principais interesses das crianças na internet como jogos, memes e influenciadores. Para incentivar o diálogo sobre cibersegurança com os menores, a Kaspersky listou algumas dicas de como os pais podem lidar melhor com a saúde digital de seus filhos.

Google, o que as crianças estavam procurando? 

Aparentemente, o meme mais popular das férias buscado pelas crianças no Google foi o do Big Floppa, que correspondeu a um quinto de todas as buscas de memes analisadas (20%).
Nessas férias, 33% das buscas de crianças no Google estavam associadas ao YouTube, enquanto outros serviços da internet corresponderam a 18%. Curiosamente, as crianças entraram mais no site da rede social criativa “DeviantArt” (6%) do que no TikTok (5%). “DeviantArt” é a maior comunidade on-line de artistas ou fãs de arte, onde as pessoas podem se conectar por meio da criação e do compartilhamento artístico.
Como sempre, os jogos foram uma das categorias mais populares, com uma participação de 10%. O Roblox foi o líder com 33%, muito à frente do Minecraft (9%), apesar de sua enorme popularidade entre as crianças. Uma outra busca frequente relacionada a games nesse período foi o recente lançamento da Nintendo, “Pokemon Scarlet e Violet”, que obteve 5% das pesquisas.
E no YouTube?
Ainda no universo gamer, as crianças tiveram mais interesse em jogos no YouTube; essa categoria responde pelo maior número de solicitações (27%). Os mais pesquisados foram influenciadores gamers no geral (35%) e especializados em Minecraft (27%).
Youtubers que filmam vários tipos de conteúdo, como desafios ou vídeos da rotina diária, tiveram 20% de todas as buscas entre as crianças. O influenciador mais popular das férias foi Spencer X, que grava conteúdo relacionado a música. Ele tem 2,66 milhões de inscritos no YouTube e 55,1 milhões no TikTok.
Stranger Things
Dentre de todas as solicitações sobre “desenhos animados, filmes e programas de TV” (16% de todas as buscas no YouTube), houve um enorme interesse na quarta temporada de Stranger Things. As crianças não buscaram apenas vídeos relacionados à série, mas também os artistas e personagens que interpretaram os papéis principais: as atrizes mais famosas foram Millie Bobby Brown e Sadie Sink.
A popularidade de Stranger Things também migrou para o ambiente musical, com as solicitações de músicas equivalentes a 16%. Os vídeos mais pesquisados pelas crianças foram “Chrissy, Wake Up”, criado a partir de clipes e imagens da quarta temporada, além da faixa de Kate Bush, Running Up That Hill (1985), que um dos personagens principais adorava ouvir.
Muitos desses temas são de nosso cotidiano e podem parecer inofensivos, por conta da popularidade entre as crianças e adolescentes que os consomem. Porém, ainda precisamos estar atentos ao conteúdo acessado e a exposição dos menores, que podem ser influenciados por eles. É de responsabilidade dos pais avaliar se o conteúdo acessado está condizente à idade de seus filhos. Além disso, é importante ficar atento a possíveis golpes online usando esses temas populares para evitar dor de cabeça”, avalia Fabiano Tricarico, diretor de consumo da Kaspersky para a América Latina.
O executivo destaca ainda a importancia da participação dos pais na vida digital das crianças. “Conhecer os interesses online é o primeiro passo para estabelecer uma conversa, um laço de confiança. Mas é preciso acompanhar os primeiros passos. É igual a vida real, em que as crianças não saem na rua sozinhas, não pegam ônibus e metrô sozinhas nas primeiras vezes. Para aplicar essa ideia no universo digital, é possível utilizar uma ferramenta, como o Safe Kids, para acompanhar as atividades online das crianças mesmo quando os adultos não estão por perto. Mas a tecnologia é apenas uma extensão das regras estabelecidas entre pais e filhos."
Para evitar que as crianças se coloquem em risco na internet e alimentar a discussão de cibersegurança dentro de casa, a Kaspersky separou algumas dicas de como os pais podem ensinar os menores sobre saúde digital de forma didática e aberta:
  • Não deixe de mostrar interesse nas atividades on-line das crianças. Pergunte se você pode assistir à série favorita delas ou ouvir músicas com elas. Como opção, vocês podem aprender juntos algumas práticas para se manter protegidos on-line.
  • Explique que informações confidenciais devem ser compartilhadas somente em mensagens privadas e apenas com pessoas que elas conhecem na vida real. Você pode ser um modelo para elas, sempre com bons exemplos de comportamento digital.
  • Invista mais tempo na comunicação com as crianças sobre medidas de segurança on-line. Tente prestar atenção a seus próprios hábitos. Você usa seu smartphone enquanto come ou conversa? As crianças imitam seus hábitos ou padrões de comportamento? Elas reagem de maneira diferente quando você deixa seu celular de lado?
  • Uma boa ferramenta para ajudar na educação infantil digital são os aplicativos de controle para pais. Mas é importante falar sobre o assunto com as crianças, explicando como esses aplicativos funcionam e por que eles são necessários para estar em segurança on-line.
O relatório completo sobre o interessante on-line das crianças está disponível neste link.
Sobre a Kaspersky
A Kaspersky é uma empresa global de cibersegurança e privacidade digital fundada em 1997. O seu profundo conhecimento do panorama de inteligência de ameaças e a sua experiência leva à criação contínua de soluções de segurança e serviços para proteger as empresas, as infraestruturas mais críticas, Governos e consumidores por todo o mundo. O portfólio de segurança da empresa inclui a solução líder de proteção para endpoint e um vasto número de soluções e serviços de segurança especializados que visam combater as ameaças digitais mais sofisticadas e em permanente evolução. Atualmente, mais de 400 milhões de utilizadores estão protegidos pelas tecnologias da Kaspersky e a empresa ajuda cerca de 240.000 clientes corporativos a proteger o que lhes é mais importante. Mais informações no site.


Link
Notícias Relacionadas »
Ab Noticias  News Publicidade 1200x90
Mande sua denuncia, vídeo, foto
Atendimento
Mande sua denuncia, vídeo, foto, pra registrar sua denuncia