20/04/2020 às 00h00min - Atualizada em 20/04/2020 às 00h00min

As 6 lições que o Coronavírus vai nos deixar

Ab Noticia News
Aline Imercio
Reprodução
A pandemia do coronavírus (COVID-19) está mudando muito nossa rotina há pouco mais de um mês. É inevitável dizer que muitos dos nossos pensamentos e atitudes veem mudando em decorrência das horas em casa, do convívio mais intenso com a família, das emoções afloradas e do medo constante. Listei algumas das coisas que o coronavírus tem nos ensinado:
 
Preste atenção no seu voto e conheça os ministros
Confesse, até surgir essa pandemia toda você realmente sabia quem era Luiz Henrique Mandetta? Pouca gente investiga, ou realmente quer saber quem são os nossos ministros e seus nomes só se tornam conhecidos, quando alguma pasta que eles assumem tem um problema urgente. O agora ex-ministro da saúde, Mandetta, ganhou uma popularidade enorme e muita aprovação – mas pouca gente o conhecia antes disso. Isso nos dá uma grande lição: que possamos conhecer a fundo nossos políticos. Para alguns política é chata, mas é muito necessária. São  os políticos que agora estão tomando medidas necessárias para precaver maiores estragos na economia e na saúde. Se eles estão fazendo o certo? É isso que devemos observar para votarmos corretamente nas próximas eleições.
 
Nosso SUS deve ser valorizado
Quando a gente fala em SUS muita gente vira a cara e diz que é um sistema que não funciona. Ele pode, sim, está lotado, com faltas de leitos e médicos, mas vimos agora que o SUS funciona. Tanto que milhares de pessoas atingidas pelo coronavírus – que não têm acesso a convênios médicos- estão sendo tratadas e muitas vidas preservadas no SUS. Enquanto isso, notamos que muitos outros países não têm sistemas públicos de saúde como o nosso. Nações desenvolvidas, como os Estados Unidos, têm uma carência quase que total de atendimento hospitalar gratuito para quem não consegue pagar um seguro saúde. Ou seja, devemos valorizar nosso SUS e incentivar que o governo federal invista cada vez mais nesse sistema.
 
Médicos e enfermeiros são heróis, todo tempo
Aplausos e mais aplausos veem sido dado aos profissionais da saúde em meio à luta que eles travam na cura do coronavírus. Pessoas que se arriscam, ficam longe de suas famílias e fazem de tudo pela saúde do paciente. Mas será que sempre soubemos valorizar esses profissionais? Outro dia vi um meme na Internet que falava que agora as enfermeiras recebem aplausos, mas no resto do ano são sempre reclamações de lentidão em exames, tratamento rude. Uma amiga minha enfermeira chegou a comentar: será que esse carinho todo vai continuar? Com ou sem coronavírus, devemos entender que profissionais da saúde são guerreiros, dedicam horas de estudos, convivem menos com a família, tudo para cuidar da gente. Vamos valorizá-los um pouquinho mais?
 
Sua família é quem vai estar sempre com você
Muita gente está confinada esse tempo todo em casa com os pais, filhos, maridos, esposas, amigos. E neste tempo, você já notou como sua família é valorosa? Como, de vez em quando, vale adiar aquele bar de sábado à noite e trocar por um filme com a sua família em casa? Muita gente está triste porque, por ser profissional que está se expondo ou morar longe, não irá comemorar o dia das mães com sua mãe. Mas vi o historiador Leandro Karnal falar em uma entrevista a seguinte impactante frase: “Quantas vezes você não deixou de comemorar o dia das mães com sua mãe por um compromisso (que poderia ser adiado)? Hoje você daria tudo para comemorar essa data ao lado dela e realmente não pode.” Não valorizamos nossa família como deveríamos e talvez esse convívio tenha nos ensinado que é no colo de mãe que se aliviam as dores, que os conselhos do seu pai são preciosos, que momentos rindo com seu irmão valem muito mais do que horas perdidas nas redes sociais, que parar tudo para ajudar seu filho na lição de casa é uma tarefa que você deve fazer todos os dias e que curtir seu marido ou esposa um pouco todos os dias, e deixar o trabalho de lado por umas horinhas, vale a pena.
 
Os cuidados com a saúde devem ser permanentes
Para gente se proteger do coronavírus, o uso do álcool em gel quando tocamos em algo de uso público é indicado, lavar as mãos diariamente também, manter os cabelos, as unhas limpos, tirar o sapato sujo quando chegar em casa, mas... você já reparou que esses deveriam ser hábitos básicos para gente ter no cotidiano sempre? Para evitar outras viroses e gripes que costumamos pegar aos montes durante o ano. Cuidar dos níveis da vitamina D, tornar forte nossa imunidade também deveriam ser medidas para estarmos atentos sempre. Talvez uma das lições que o COVID-19 nos traga é que devemos cuidar sempre de nossa saúde com total prioridade, nada é mais importante do que ela.

Devemos sempre despertar nosso lado solidário
Infelizmente com o isolamente social, muitas famílias ficaram sem emprego e sustento. Com isso várias ações de famosos ou não, estão sendo realizadas para amenizar a fome que muitos estão passando. A solidariedade foi despertada em nós e o que importa agora é ver o outro bem. Ações dentro de casa também são observadas: Quantos adolescentes não estão se oferecendo para irem ao mercado para seus avós? Sem contar que muitos jovens deixam se sair de casa, pensando na proteção que devem dar aos seus pais. Nosso senso instintivo de pensar no próximo está cada vez maior, e que assim se mantenha, mesmo depois que tudo isso passar!
 
 Entendido? Então agora é torcer, e fazer a sua parte, para que tudo isso passe logo. E quando finalmente passar, preserve o que de bom esse isolamente social trouxe para você. Com certeza essa crise fez muita gente crescer como pessoa e saber valorizar o que realmente importa. Ah, e claro que não podemos esquecer que o coronavírus também nos ensinou como faz falta um abraço!
Link
Tags »
Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp